quarta-feira, 24 de julho de 2013

Fim

Souvenir of Sadness by Glenn Barr
Disseram-me com ares de amargura, em meu ouvido: "é que o mundo que se acaba lá fora, na verdade é o que se quebra dentro de ti"
O sol não tem mais brilho e a ampulheta da vida segue triste por perder seus grãos, um a um. Que toda a tristeza dessa dor vire sonho. E que todo o sonho vire ideia dentro de uma nuvem qualquer. Morri por dentro. Os pássaros não cantam mais. A vida é dissabor. Meu coração, petrificado, virou rocha empoeirada e rachada por tuas palavras que me queimaram a alma. O que antes, dentro de mim era amor, é agora um vulto. Dentro de mim,bem no fundo, vejo e descasco ramos secos. O que restou? -Dor.


Carolina Morais

Um comentário: