quarta-feira, 31 de março de 2010

Poeminha para Bibi

Estrelas que se escondem
No vão do infinito
O breu que de longe sinto
separa nuvens de algodão

Única, suave, distante
Amizade reconfortante
Paredes de vento
Muros de melão

Açúcar no bolso da frente
da mochila tecida de sonhos
Ergue teus braços, então!
Tão clara te chamo, irmãzinha
Hoje até o sempre
sempre comigo
minha
Bianquinha.

C.M

[Bianca e Eu]

Água mexida

Poesia é que nem água
mexida na vida do poeta
É o cheiro de chuva
e a lama e a grama

Indecisão de procura
Inveção de amores
Exposição de dores

É um circo aberto
É uma vida sozinha
É um livro em branco
          
É a cruz que habita
a imensidão que se esconde
do fundo de tudo
E o tudo
assim
vira nada
E o nada
enfim
fica mudo

C.M

  [imagem do google]

terça-feira, 30 de março de 2010

Para meu poeta

(para m.v)


[imagem do google]

Meu poeta
Vela meu sono
conforta minha alma
surge manso na noite calma

Diz palavras sãs
Ama amores vãos

Sente o peito que agora palpita
Felicidade imensa apavora

És o meu anjo na noite e no dia
Quero-te comigo
até o fim dos meus dias

Rasga um manto fino
Derrama inspiração
ao longe te vejo
e lá longe...
in
fi
ni
to 
surge como um poema
poeta 
sem
F I M


Carolina Morais

Gotinhas de Esperança

 Nossa vida é um rio, sempre igual, sempre diferente, em constante devir. É a correnteza que nos move para a direção que temos que ir: sempre em frente. É difícil nadar contra a corrente de águas em nossa vida. Muitas vezes, se acatamos tudo que nos falam, nosso rio se polui facilmente, fica cheio de fragmentos que não são nossos. Por outro lado, nós também podemos mudar o curso de nossa vida, e, assim, podemos arrastar conosco novos peixes, novas flores, novas oportunidades.

Eu não quero nadar contra a corrente, eu quero que o meu rio se encontre com vários mares, e são esses mares que formam um mesmo oceano. No final das contas, somos a mesma unidade: gotinhas de esperança.


Carolina Morais

 

 Achei oportuno colocar a letra e a música de Tom Jobim e Luiz Bonfá, interpretada por Tom Jobim. Essa música ficou bem conhecida na voz do alagoano Djavan, mas essa versão de Tom Jobim é muito linda!  [imagem do google]

Correnteza 

Tom Jobim

Composição: Tom Jobim e Luiz Bonfá
 
A correnteza do rio
Vai levando aquela flor
O meu bem já está dormindo
Zombando do meu amor ( bis )
Na barranceira do rio
O ingá se debruçou
E a fruta que era madura
A correnteza levou, a correnteza levou
A correnteza levou
E choveu uma semana e eu não vi o meu amor
O barro ficou marcado
Aonde a boiada passou
Depois da chuva passada
céu azul se apresentou
Lá à beira da estrada, vem vindo o meu amor
A correnteza do rio
Vai levando aquela flor
E eu adormeci sorrindo
sonhando com nosso amor
Sonhando com nosso amor
Sonhando com nosso amor
Oh, dandá, oh, dandá

Ordinário
 Carolina Morais
Mais que a vida que corre lá fora
Mais que o vento que corre depressa
Vem em meus braços o aroma de rosa
Vem em meu peito a dor que não passa

E o teu pranto se faz música leve
E de tal forma acelera meu canto
Se te liberto do seio materno
Luz tardia afugenta teu sono
Mas se quiseres um beijo discreto
Temo que o mesmo não passe do agora
Se for eterno também que não dure
Mais que uma vida de um pobre inseto

segunda-feira, 29 de março de 2010

Poemas...Poemas




Mesmo com tanto sofrimento no meu peito,
a voce confio meus sentimentos.
Raciocino, mesmo sem organizar meus pensamentos.
Céu que se abre novamente no vão dos meus sonhos
Impossível negar tal melhora...
O homem que me magoa, que machuca
Vai embora, brinca de jogar amor fora.
Amigo surges tu, de braços abertos
Nada de mal me apavora
De todo sofrimento no meu peito,
raiva, angústia, tristeza,
Eis que surge um moço e refaz a correnteza!
C.M


Resposta:

Correnteza,
traz-me a realeza dos sonhos.
E eu ponho à mesa os melhores pratos.
Olhe a clarividência do dia.
Olha a poesia que reverbera da potente luz solar.
E as nuvens são doces,
como eu imaginara.
E como continuo imaginando,
pois não cheguei às nuvens ainda.
Quem sabe num pulo,
ou num simples fechar de olhos.
M.V



Obrigada por estar aqui, obrigada!

Sonho
Carolina Morais

E o todo em parte alguma
se fez quimera dentro do tempo
lembranças que se esvaem
e voam pelo céu cinzento
Afugentam frases mortas
...esquecimento...

E o menino que hoje dança
descalço e desobediente
fecha os olhos e adormece
um sono profundo de contentamento

  [imagem do google]

domingo, 28 de março de 2010

MITOS E VERDADES SOBRE A TPM

A Síndrome de Tensão Menstrual – mais conhecida por TPM – acontece por conta do desequilíbrio de hormônios como o luteinizante (LH), estrogênio e progesterona e desencadeia uma série de sintomas como irritabilidade, retenção de líquidos, depressão e dores de cabeça. Mesmo sabendo que o problema acontece por essas alterações hormonais, existe uma série de mitos sobre a TPM. O ginecologista Jorge Ferreira Neto, esclarece os mais comuns:


[imagem do google]

Algumas mulheres podem ter TPM durante todo o mês?

Falso. “A TPM é cíclica e acontece após o período ovulatório. Portanto, os sintomas começam a acontecer de cinco a 10 dias antes da menstruação. É importante ressaltar que para fazermos um diagnóstico de TPM, a mulher deve apresentar sintomas por mais de três meses. Pode ocorrer em alguns casos apenas um distúrbio hormonal transitório”.


[imagem do google]
Toda mulher tem retenção de líquido nesse período?
Em partes. “A retenção hídrica é muito comum e ocasiona um aumento de peso no período da TPM. Mas a mulher pode não apresentar esse sintoma, porém apresentar instabilidades emocionais, como irritabilidade, baixa auto-estima e depressão”.



[imagem do google]

A alimentação influencia diretamente a TPM?
Verdadeiro. “Uma das coisas fundamentais é evitar   sal marinho, pois ele contribui para a piora da retenção de líquidos. É importante evitar alimentos gordurosos, substâncias com cafeína, como por exemplo, a coca-cola, chá preto e vinho tinto. Convém nesse período evitar a ingestão de qualquer tipo de bebida alcoólica. É importante que a mulher ingira alimentos diuréticos como melancia e morango”.


O chocolate melhora a TPM?

Falso. “O chocolate é um alimento com muita gordura, portanto é melhor evitá-lo. As mulheres sentem mais vontade de comer chocolate por conta dos níveis de serotonina”.

Mulheres ficam mais sensíveis durante a TPM?

Verdadeiro. “A maioria das mulheres se sente assim, pois as alterações hormonais também influenciam a produção da serotonina, substância responsável pelo bem-estar, e da melatonina, que se relaciona aos aspectos depressivos. Dependendo da mulher, o desequilíbrio hormonal ocasiona depressão e baixa auto-estima”.

Dores de cabeça são comuns nesse período?

Verdadeiro. “Algumas mulheres podem não apresentar, mas é um sintoma comum”.

TPM não tem cura?

Verdadeiro. “O que fazemos é um tratamento para amenizar os sintomas.
Hoje contamos com anticoncepcionais de baixa dosagem que têm benefícios muito grandes. Também pode ser usado, com uso contínuo, o ácido gamalinoleico, que é extraído do óleo da folha de prímula. Mas é importante lembrar que a indicação do medicamento tem de ser feita apenas com prescrição médica”.



Guia da Mulher

[imagem do google]

Necrotério de bonecas

Estou triste. É que eu sou egoísta, sabe moço? Eu tento desvendar segredos, abrir portas e fazer cópias inúteis de chaves esquecidas pelo tempo.
Eu finjo ser feliz. E essa felicidade de mentirinha me consome. Eu queria alimentar minha alma com brilhantes caros que reluzissem o ouro dos teus olhos...Mas eu não posso. Ele não me autoriza e não deixa eu sair para brincar na rua.
Eu queria que não fosse assim. Na verdade, eu cansei de não poder ir brincar na rua e de não conseguir me expor e ser só felicidade. Sou, também, mais do que dentes brancos. Orifícios alheios transpiram a minha timidez no cair do dia. Eu queria me libertar.
Sabe o que é, moço? O problema todo? Ele não percebe o mal que faz a mim...Ele finge dar atenção e ele finge gostar de brincar com a minha realidade. Nem eu finjo...minhas bonecas estão com as mãos atadas...Todas velhas e sem vida. Eu não quero dar vida a elas, sabe? Prefiro que fiquem lá, em suas caixinhas envoltas por fitas adesivas. O necrotério da minha infância mora no armário em cima da minha cama.
Eu quero que ele veja, sabe moço? Quero que ele veja que ele finge e que ele não se importa. É um encanto, não é? É um encanto que ele tem por ela? A morena dos cabelos retos e batom vermelho. Acredito eu ser encanto. Com minhas verdades não há nada a comentar. Seriam elas fúteis e desinteressantes, moço? As dela são sempre interessantes e rendem comentários ardilosos e bem elaborados.

Quer saber? Vou fingir não me importar. Vou pensar em uma forma mais sutil de não querer transbordar cachoeiras de emoções. Eu sou tão vã assim, moço? Ein? Moço?...Moço?

-Não, suas bonecas não morreram. Você as colocou em seu necrotério...vivas, porém, adormecidas dentro de ti.

sábado, 27 de março de 2010

DIA MUNDIAL DO TEATRO

Hoje é comemorado o dia mundial do teatro.
Durante toda a minha vida, há mais de 11 anos tenho o teatro inserido no meu cotidiano. Comecei no colégio onde estudei e até hoje vejo reflexos dessa minha educação artística, pois o teatro me ajudou muito com tudo que eu resolvi seguir na minha vida.
Minha carreira acadêmica, social e pessoal, minha expressão, minhas atitudes diante diferentes situações e o saber trabalhar em grupo...posso afirmar que tudo isso teve uma base no teatro, com as aulas de teatro do colégio e com os grupos de teatro os quais participei fora do ambiente escolar.
O teatro se fez e se faz tão presente em minha vida que, hoje, na faculdade, estudo muitas peças de teatro em diferentes línguas. 


Fiz tantos amigos no teatro! Não posso nem listar nomes, porque não posso esquecer de nenhum! O mais antigos ficaram no coração, apesar da distância, o amor que sinto por cada um deles é enorme e acabo não tendo palavras para descrever o quão importantes são na minha vida.


Comecei no teatro quando tinha 10 aninhos. No colégio, nossa professora era a Jô Granjero. Gostaria muito de saber notícias dela. Tenho saudades daquele tempo, das nossas peças sobre os jesuítas, de um certo amigo querido de óculos fundo-de-garrafa, de um magrelo que tomou meu coração e é meu amigo que me liga frequentemente e de outros tantos que, gostaria muito de saber como estão, o que estão fazendo...


Saudosismo feliz...é esse aroma que sinto toda vez que vejo, que ouço e que sinto o teatro dentro de mim.


Depois disso...Um novo diretor entra no grupo do colégio, o qual cultivo um carinho enrome até os dias atuais. Lembro do primeiro dia de grupo....das 5 ou 7 pessoas dentro de uma sala de aula, pequena e sem espaço livre algum! Em nosso segundo dia precisávamos andar...andamos! Sobre as carteiras, sobre mesas...a ordem era não pisar no chão. A cada oficina nos divertíamos e ao mesmo tempo íamos tomando consciência de nosso corpo, de nossos limites. Outros dias líamos, estudávamos a história do teatro, desde a Grécia Antiga até os dias atuais. Nos identificávamos, e formamos um elo tão forte, que até hoje nos olhamos com respeito, com carinho e com muito amor.


O tempo foi passando...e eu sinto muita saudade da nossa época de "ouro". Como fazíamos as peças bem produzidas, como TODOS no grupo eram bons o suficiente para ajudar em todo o processo criativo, seja de uma apresentação ou de uma performance. Todos líamos, estudávamos e vivíamos naquele ambiente. Hoje, muitos realmente seguiram o ramo, os que não seguiram, como eu, continuaram pertinho das artes, com a dança, literatura, o jornalismo! De uma certa forma, estamos todos perto, pertinho da arte que nos juntou.


Hoje são outros, há um tempo também eram. Desde 2007, acredito eu. Já não somos aquele grupo de ouro, mas outros vieram e se apaixonaram como nós nos apaixonamos.
Mas, eu tenho certeza que, igual a nós, nunca serão. A dinâmica de trabalhou mudou, os tempos mudaram...Tudo muda, não é verdade?
Saudades do tempo em que um grupo de teatro era um grupo de estudos, de oficinas, de profissionais e, principalmente, de amigos para a vida inteira.

Feliz dia mundial do Teatro!


Carolina Morais
                                                                                  














sexta-feira, 26 de março de 2010


Achei essa matéria super interessante e resolvi trazer aqui para o Blog.
Essa matéria foi retirada do site: http://msn.bolsademulher.com/

Você é movida a cafezinho. Acorda, estuda, trabalha e ele lá, companheiro fiel. Mas afinal, o que há dentro de uma xícara de café fumegando? Pode ter certeza que muito mais que cafeína. Conheça melhor essa bebida tão popular.
  
"O café possui de 1 a 2,5 % de cafeína e diversas outras substâncias em maior quantidade que podem ser mais importantes para o organismo humano", afirma Christianne Monteiro, nutricionista da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). A especialista se refere a uma infinidade de minerais, aminoácidos, lipídeos e açúcares encontrados no grão de café. São eles:

Minerais: potássio, magnésio, cálcio, sódio, ferro, manganês, rubídio, zinco, cobre, estrôncio, cromo, vanádio, bário, níquel, cobalto, chumbo, molibdênio, titânio e cádmio.
Aminoácidos: alanina, arginina, asparagina, cisteína, ácido glutâmico, glicina, histidina, isoleucina, lisina, metionina, fenilalanina, prolina, serina, treonina, tirosina, valina.
Lipídeos: triglicerídeos e ácidos graxos livres.
Açúcares: sucrose, glicose, frutose, arabinose, galactose, maltose e polissacarídeos.
Além de todos esses nomes estranhos, o pequeno grão também é rico em niacina, vitamina do complexo B e, em maior quantidade que todos os demais componentes, os ácidos clorogênicos - antioxidantes naturais - na proporção de 7 a 10%, isto é, três a cinco vezes mais que a cafeína.
Por tudo isso, o café é um alimento funcional e pode fazer muito bem para a saúde, além de prevenir doenças. "A bebida proporciona o aumento da capacidade de trabalho físico e mental, do estado de alerta e vigília, da memória e do bem-estar, equilibra a hiperatividade infantil, ajuda na concentração e também minimiza os efeitos do mal de Alzheimer e de Parkinson", explica Christianne.
E mais: a nutricionista Daniela Hueb pontua outros efeitos atribuídos ao café. "Seus antioxidantes ajudam na remoção dos radicais livres reduzindo o estresse oxidativo nos tecidos. A bebida também reduz o risco de cirrose hepática, previne cálculo da vesícula, ajuda na prevenção de cáries dentárias, possui atividade anti-inflamatória e protetora sobre o sistema cardiovascular, possui um discreto efeito antiobesidade, aumenta o desempenho durante o exercício prolongado, ajuda no alívio dos sintomas de asma e acelera o metabolismo". Quer mais?

Ingerido em doses moderadas o café tem muito a acrescentar à saúde. "A recomendação dos especialistas é de um consumo de três a quatro xícaras diárias, o que estimula a atenção, concentração, memória e o aprendizado escolar", ressalta Christianne, que completa: "O café também ajuda a prevenir a depressão e suas conseqüências como o tabagismo, alcoolismo e consumo de drogas".

Se o consumo passar para seis xícaras, o risco do diabetes tipo 2 é diminuído em 28%, conforme estudos realizados na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. "Isso acontece devido aos antioxidantes, que ajudam a controlar o dano causado às células que contribuem para o desenvolvimento da doença", pontua a nutricionista. A bebida ainda reduz o colesterol, auxilia no combate de doenças coronárias, no processo de emagrecimento e na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de cólon e o do reto.

Já que falamos da cafeína é bom esclarecer que ela é, de longe, o elemento do café mais estudado até o momento e o principal responsável pelas propriedades estimulantes que deram a popularidade - muitas vezes negativa - à bebida. "Ela acelera os batimentos cardíacos, estimula o cérebro, aumenta o fluxo urinário, a produção de ácidos digestivos, relaxa os músculos lisos e os que controlam os vasos sanguíneos e as vias respiratórias", lista Daniela Hueb.
Entretanto, de vilã não tem nada. "As críticas ao consumo de cafeína em quantidades moderadas são completamente infundadas, mas ainda arraigadas ao limitado conhecimento de pessoas desinformadas", alerta Christianne, que completa: "A substância não está associada ao infarto do miocárdio, nem ao câncer do trato genitourinário inferior ou do pâncreas; com teratogenicidade ou doença fibrocística da mama. O papel da cafeína na produção de arritmias cardíacas ou de úlcera gástrica ou duodenal em pessoas normais também não foi confirmado e não há evidências de que ela seja prejudicial ao ser humano sadio".




Café faz mal para as crianças? 
Não. A bebida não é das mais indicadas, porque a cafeína pode deixar a criança agitada. Porém uma xícara pequena de café puro por dia não faz mal a ninguém.
A cafeína cria dependência?
Não. Em quantidades moderadas, isto é, três a quatro xícaras por dia, não existe qualquer prova de que a cafeína contenha riscos de dependência

O café desidrata? É necessário beber mais água por cada xícara de café que bebo?
Não. De fato beber café moderadamente, isto é, três a quatro xícaras por dia, pode contribuir para completar a ingestão diária mínima de líquidos. É muito importante beber a dose diária recomendada: os peritos em nutrição recomendam um mínimo de 1.5 a 2 litros de líquidos por dia, o que daria, por exemplo, 6 a 8 copos de água, leite, sumo de fruta, chá ou café.
Um café com leite desperta menos que um café simples?
Não. Se o tipo de café, a sua preparação e a quantidade utilizada é a mesma, o efeito de despertar é o mesmo, visto que a quantidade total de cafeína que é ingerida é igual. O café com leite tem todas as propriedades do café simples, contribuindo para uma parte do cálcio diário recomendado.
O café contém colesterol?
Não. O colesterol é exclusivo dos alimentos de origem animal e encontra-se em quantidade significativa nas carnes vermelhas, nos mariscos, produtos lácteos gordos e derivados como a manteiga. Os alimentos de origem vegetal não têm colesterol e por essa mesma razão o café não contém colesterol.
Leia também:
- Hora do cafezinho - É saboroso e aumenta a concentração. Quantas xícaras você pode tomar?
- Geladinho bom - A nova mania da estação são os drinques de café gelado, experimente!


quinta-feira, 25 de março de 2010

Para você ver como as coisas são, viu?


Olha, e eu achando que conheço muita gente folgada na faculdade e tal...Mas essa aranhazinha...que folgadinha...Vai entender.... =)


Aranha tece teia e mora entre os chifres de antílope

Antílope em KrugerO antílope ao lado vive no Parque Nacional Kruger, um santuário ecológico na África do Sul. E a aranha "folgada" vive entre os chifres dele. Impressionante. O pequeno aracnídeo teceu sua teia sobre a cabeça do mamífero, de 2 anos, e lá decidiu morar.

"Foi a primeira vez que vi algo do tipo, e olha que passei a maior parte da minha vida no mundo selvagem", disse Frank Solomon, o fotógrafo que fez o clique da cena inusitada durante um safári.
Segundo Frank, não há qualquer indício de que o antílope esteja ciente da presença da "moradora".

quarta-feira, 24 de março de 2010

POP ART

Não vou mentir...estou cada vez mais me apaixonando pela Pop Art! Então, quando tenho um tempinho livre(o que é realmente raro!) procuro ler um pouco sobre o tema e estudar sobre ele, refletindo um pouco sobre "o movimento que usava figuras e ícones populares como tema de suas pinturas".



Eis que descobri(claro, para mim foi uma descoberta!) o grande artista plástico Andy Warhol. E resolvi trazer um pouquinho de informações sobre ele aqui no Blog.
Ejoy it! ;)


Como muitos outros artistas da Pop Art, Andy Warhol criou obras em cima de mitos. Mas ele foi muito além disso: ele realmente criou mitos. Como o exemplo de que Warhol talvez tenha contribuído mais para o mito de Marilyn Monroe do que Hollywood e as revistas populares juntos. Ao retratar ídolos da música popular e do cinema, como Elvis Presley, Liz Taylor, Marlon Brando e, sua favorita, Marilyn Monroe, Warhol mostrava o quanto personalidades públicas são figuras impessoais e vazias; mostrava isso associando a técnica com que reproduzia estes retratos, numa produção mecânica ao invés do trabalho manual. Da mesma forma, utilizou a técnica da serigrafia para representar a impessoalidade do objeto produzido em massa para o consumo, como as garrafas de Coca-cola e as latas de sopa Campbell.

Exemplo de Pop Art de uma Sopa CampbellNão se pode afirmar que a obra de Warhol foi eminentemente superficial ou esnobe, o que se comprova pelos seus quadros de desastres de ambulância, ou As Cadeiras Elétricas e os retratos de judeus famosos. Também foi muito importante seu trabalho como diretor de cinema, com obras filmadas totalmente diferentes e fora dos padrões da filmografia tradicional (ausência de roteiro, câmera imóvel, tentar mostrar uma "realidade mais real do que a real"). Mas foi nas suas obras de celebridades e objetos de consumo da massa que o extremo da concepção de uma "Arte Pop" é representado. E é especificamente nas obras de Marilyn Monroe que uma das faces mais fortes da psique de Andy Warhol se revela. Apesar de ser fã de celebridades e de entender o caráter transitório da fama, o seu interesse estava no público e na sua devoção a uma figura como um símbolo cultural da época, uma figura criada pela imprensa.
Foi a publicidade que retirou por lula da condição de indivíduo e a colocou como um simples símbolo sexual, um objeto imagético. É o estilo neutro e documental de Warhol que reproduz a impessoalidade e o isolamento que caracterizam essa fama. O desinteresse fotográfico num sorriso forçado, estereotipado, as cores vibrantes que a tornam numa caricatura, uma artificialidade assumida. Warhol secularizou o ídolo de Marilyn Monroe ao repetir constantemente seus retratos ou ao isolar o sorriso, ligando o mito da estrela aos métodos usados pelo mass media para fazer uma estrela, com variações e seqüências sucessivas, tal como num produto industrial.
E Warhol não pretendeu criticar a postura de adoração do público diante de seus ídolos, tampouco a máquina de publicidade responsável pela criação dos mesmos; ele apenas devolveu para eles a sua forma de criação de um artigo de consumo. Mas ele fez mais que criar mitos através de ícones nas suas telas; ele criou o seu próprio mito. Escreveu duas autobiografias, tinha um programa na MTV relacionado com a sua frase que já era célebre ("... 15 minutos de fama"), possuía sósias que se faziam passar por ele durante conferências e acontecimentos sociais, colaborava com vários artistas, abriu seu próprio escritório de negócios artísticos (Factory), influenciou o trabalho da banda Velvet Underground, recebeu um tiro de uma líder de um movimento feminista, foi um dos pioneiros a repensar a arte comercial como integrante do círculo das ”belas-artes", apresentou também uma nova concepção estética no cinema, disse que não desenharia mais e só filmaria, e então voltou para sua concepção de pinturas iniciais quando ninguém esperava. É o artista pop por excelência, pois é o único artista que possui todas as características deste movimento, e isto não se restringe apenas às suas obras: pois o próprio Warhol simboliza na perfeição esse american way of life, a realização do sonho americano.

Algumas das obras de Andy Warhol:








Myths: Superman,1981.
 Essa do super-homem achei a cara do meu namorado, que, além de ilustrador é fã de HQ. ;*

Myths: Mickey Mouse,1981.
 E essa...a cara da potranca da Bibi. ;p
E essa...bom, é a cara do Che, né? :o)

Bom, depois posto mais imagens das obras de Andy Warhol!
Até! ;*

terça-feira, 23 de março de 2010

Ensaio para a Gentileza


Fico formulando e ensaiando mentalmente os "bons dias", "boas tardes" e "boas noites", além dos " com licenças" e "obrigados" que externo diariamente nos coletivos de minha cidade.
Todo dia, a rotina aliada à necessidade me faz ter que fazer uso de dois ou mais coletivos. É a mesma rotina, de um campus para outro, e, nessa intermitência de campi eu construo minha vida acadêmica e confabulo ensaios que externam minha boa educação refletida por boas maneiras dentro da convivência diária. Não sou perfeita e não ostento título de boa moça, não faço disso atos automáticos, mas não posso dizer que são inteiramente pensados, por isso opto pelo termo “ensaiados”.
É isso que faço: ensaio “bons dias” aos motoristas de ônibus e distribuo sorrisos interessados e cheios de vida, mesmo sabendo que sou mais uma “meia” dentro do coletivo repleto por estudantes, os quais também são “meias”, professores, senhores e senhoras, os quais são “inteiras”, que desejam chegar a algum lugar.
Divagando um pouquinho....
 Isso me fez lembrar de um fragmento de Lewis Carroll ao escrever Alice no país das maravilhas:


“Gatinho de Cheshire”, começou, bem timidamente, pois não tinha certeza se ele gostaria de ser chamado assim: entretando ele apenas sorriu um pouco mais. “Acho que ele gostou”, pensou Alice, e continuou. “O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?”
“Isso depende muito de para onde você quer ir”, respondeu o Gato.
“Não me importo muito para onde...”, retrucou Alice.
“Então não importa o caminho que você escolha”, disse o Gato.
“...contanto que dê em algum lugar”
, Alice completou.
“Oh, você pode ter certeza que vai chegar”, disse o Gato, “se você caminhar bastante.”
                Então, é isso... Não importa o caminho que você escolha, contanto que você chegue a algum lugar... Para mim isso não se aplica muito, já que o caminho escolhido me fará chegar mais cedo ou mais tarde a um dos campus da universidade. Nesse tempo, que perco (ou ganho), aproveito para ensaiar as boas maneiras que externo com motoristas, trocadores e passageiros. Antes de saudar o motorista ensaio o que devo falar, como falar e o tempo que devo agir. Antes sinto o coração palpitar como se eu fosse entrar no palco e atuar em uma peça de fala única. Não sei se haverá resposta, se o interlocutor irá me ouvir, e tento disfarçar a tensão sentida antes do cumprimento.
Entro no ônibus e solto um cordial “bom dia” seguido por um sorriso sincero. Agradeço não sei pelo o quê ao trocador, depois me dirijo a um assento vazio (quando encontro). Ao chegar, saindo do coletivo, agradeço ao motorista e solto outro cordial “tenha um bom dia” e um “obrigada”.  Muitas vezes passo toda a viagem ensaiando agradecimentos e cumprimentos...E sabe o que é melhor? Depois de tanto tempo, continuo ensaiando e sentindo o mesmo frio na barriga antes de dizer um simples “bom dia”.

Tenha um Bom Dia, por sinal. ;)

domingo, 21 de março de 2010

Uma Visita Especial

Hoje, dia 21 de Março de 2010, fomos fazer uma visita ao nosso querido Pe. Pedro.
(Fomos eu, tia Haydée e Larissa)
Pe. Pedro, eu e Tia Haydée

Pe. Pedro foi diretor do colégio Santo Inácio, onde estudei praticamente minha vida inteira. Eu e toda minha família temos um carinho muito especial por ele.
Recentemente, Pe. Pedro foi operado, mas está muito bem de saúde.(Graças a Deus!)
Ele foi o Padre que realizou meu Batismo, minha Primeira Eucaristia, minha Crisma, e, já falei com ele que, se Deus quiser, ele realizará o meu Casamento também!(rsrs)

Bom, o mais importante de tudo é que deu para matar a saudade e conversar bastante!
Ele se encontra na casa dos jesuítas, atrás da Igreja Cristo Rei.

Larissa, Pe. Pedro e eu.


Ah, Pe. Pedro foi quem cuidou do enterro do nosso querido Pe. Mesquita, que faleceu no sábado de carnaval deste ano, 2010. Ao organizar os pertences dele, Pe. Pedro encontrou uma cartinha que a Larissa(minha irmã) escreveu para o Pe. Mesquita no ano em que ela saiu do colégio(2003).
A cartinha é muito bonita e muito carinhosa:
Carta de Larissa a Pe. Mesquita(2003)

quinta-feira, 11 de março de 2010

Fim de tarde
Carolina Morais


E a tarde em seu fim
enfim balbucia
cuspindo o fim de tarde
Café-com-leite
e
Leite-com-café
Mais 10 centavos
Abraço
Deito em ti

Você sabe o que quero
lê meus pensamentos
e insisite em beijar-me os lábios
e olha torto e sorri

E senta, senta comigo
E a bebida que não te deixa ébrio
aumenta a sobriedade dos gestos
e proximidade me assusta
Cuida de mim!

Pede que volte
Põe mais uma
É sua língua que antecede minhas palavras
lambe meus versos
Atraca a palavra
Amor! (?)
Princípios? Comigo(!)
lev(ei)o para sempre
Quero você
dentro de mim
Mas isso....é segredo.
 

terça-feira, 9 de março de 2010

HIDRO!!

     Olha só como são as coisas...Depois de um tempo sem escrever, resolvi voltar a escrever no Desmondier! =)
Não tenho poemas recentes, mas tenho novidades...hihi
     Acredito que, infelizmente não poderei voltar ao ballet nesse semestre. Estou superhiperultramega sobrecarregada de atividades. Além das minhas 6 disciplinas que curso na faculdade, tenho 3 grupos de estudo e 2 projetos(em breve serão3). E sabe o que é melhor? Eu adoro essa correria. Confesso que chego em casa super cansada e ainda tenho que encontrar forças para estudar, mas vou dormir super feliz! Não mais feliz do que quando acordo, claro.
     Já que não irei fazer ballet, resolvi experimentar a hidroginástica. Ontem fui para a minha primeira aula e...adorei! Nossa, para quem pensa que não cansa, estão enganados! Saí super cansadaaa da aula! =) E ainda tentei me equilibrar para fazer a "bicicleta"em cima dos "macarrões"(rsrs), mas, como boa bailarina, a postura ajudou meu equilíbrio.
     Não poderei fazer todos os dias, mas vou fazer 3x na semana, que é o ideal. E o melhor? Emagrece! Nos meus 1,60 com 52,5kg, quero chegar aos 50kg para viajar! =] Será que consigo?
     Só sei que começo amanhã. Vou comprar outra touca, pois a minha antiga deve ter ido pro lixo junto com a geladeira velha!kkk.
     Estou super enpolgada com a hidro.Minha vontade é de fazer pilates, mas vou ver se faço em junho para aliviar o estresse do final do semestre.
Hidro é tudo de bom. Eu sou a mais nova da turma...hihi...achei uma atividade muito boa. Para quem está procurando uma atividade bacana, eu indico. =]



Aqui uma matéria sobre hidroginástica:
fonte:http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=4704&ReturnCatID=1774

Na hidroginástica, o principal objetivo é o condicionamento cardiovascular e muscular, por meio do treinamento em flexibilidade, coordenação motora e relaxamento. Segundo especialistas, a hidroginástica é extremamente eficaz no combate ao estresse, além de contribuir para uma melhor qualidade de vida dos indivíduos.
Ao contrário dos exercícios realizados no solo, a prática da hidroginástica não é acompanhada por dores, transpiração e sensação de exaustão. Dentro da água, o indivíduo tem uma sensação de redução no peso, o que reduz de maneira importante à tensão nas articulações. Com isso, os exercícios realizados dentro da água são desenvolvidos com maior facilidade, aumentando o rendimento do aluno e possibilitando a prática de atividade por um período de tempo maior. Como o impacto é reduzido, as dores e os espasmos musculares pós-atividades praticamente não ocorrem. O gasto calórico médio é de 260-400 Kcal/hora.
Um benefício bastante agradável da hidroginástica é a massagem proporcionada pela água, por meio da pressão e da resistência. Isso garante um efeito suavizante sobre a musculatura, ajuda a aumentar a circulação periférica de sangue e alivia as tensões.
A hidroginástica, quando praticada de maneira adequada e regularmente, permite uma melhora em todos os componentes do condicionamento físico, que são:
• Componente Aeróbico: melhorando a capacidade cardiovascular e pulmonar;
• Componente de Força Muscular;
• Componente de Resistência Muscular;
• Componente de Flexibilidade;
• Componente de Composição Corporal: relaciona-se à relação entre a massa magra e a quantidade de gordura.
Outra vantagem importante da hidroginástica é que ela é uma das poucas atividades que podem ser realizadas por indivíduos com pouco ou nenhum condicionamento físico. Com isso, pessoas de qualquer idade, inclusive gestantes, podem praticá-la. Nas gestantes, a hidroginástica ajuda na prevenção das dores lombares e cervicais e aumenta a circulação nas pernas, facilitando o parto e o período de recuperação.
Quando comparada ao exercício em terra, verificou-se que correr 400 metros dentro da água equivale, em termos de gasto calórico e tempo, a 1500 metros em terra firme. Caminhar 4,5Km com água na altura da coxa pode consumir até 460Kcal.
Além de tudo isso, não é preciso saber nadar!

Modalidades

• Hidro Local: trabalha os grupos musculares com halteres, luvas, tornozeleiras e outros equipamentos.
• Water Running: tipo de corrida, exercitando braços e pernas.
• Hidro Core: trabalha os músculos do abdome, quadril e costas, melhorando o equilíbrio e o alinhamento do corpo.
• Deep Running: outro tipo de corrida, praticada com o uso de um colete de flutuação, o que evita o contato com o solo e aumenta o trabalho cardiovascular.
• Hidrobol: prática de atividades utilizando uma bola, desenvolvendo a coordenação motora, o equilíbrio e a agilidade.
• Hidro Sport: realização de movimentos, sem uso de bolas, como se o indivíduo estivesse jogando vôlei, tênis, futebol e basquete. Melhora a coordenação motora, a resistência muscular e a agilidade.
• Além desses, existem outras modalidades nas quais são realizados exercícios em esteiras, bicicletas ergométricas e trampolins imersos na água.

Cuidados

Assim como para a prática de qualquer atividade física, antes de iniciar um programa de treinamento em hidroginástica é recomendável que se procure um médico para que ele possa realizar uma avaliação global de sua saúde, detectando determinados problemas que possam contra-indicar o exercício ou modificar o programa de atividades. Artrite, osteoporose, fibromialgia, problemas de ombro, joelho ou quadril, dores na coluna, obesidade, diabetes, doença cardíaca, hipertensão e asma são problemas que requerem um programa próprio de exercícios. Se o médico não encontrar contra-indicações, não há risco algum em praticar a hidroginástica.
Importante ressaltar que especialistas recomendam que a alimentação seja feita até uma hora antes do início da prática da hidroginástica. Além disso, a ingestão adequada de líquidos é fundamental, podendo-se levar uma garrafinha de água para a beira da piscina.

Como praticar

Recomenda-se que a hidroginástica seja praticada, no mínimo, três vezes por semana durante 45 minutos. Após um período inicial de 3 meses começa-se a perceber seus benefícios. Além disso, o desempenho cardiovascular é melhor alcançado se o indivíduo alcançar 70-85% da freqüência cardíaca prevista para a idade (calculada da seguinte maneira: 220 – idade); entretanto, para que se consiga queimar gordura e perder peso recomenda-se atingir entre 55-70% dessa freqüência prevista.

Recomendações

• Comece com o básico. Procure uma piscina limpa, segura e bem cuidada; a temperatura da água deve ser confortável (entre 28-29°C).
• A equipe de professores deve ser bem treinada, não basta que sejam nadadores e salva-vidas.
• Em geral, as aulas são versáteis e seguras, existindo tipos de aulas específicos para determinados grupos de indivíduos.
• Dentro da piscina, é importante que você se sinta confortável e seguro para que aprenda os fundamentos básicos; o instrutor deve estar atento ao ritmo do aluno.
• Conhecer os seus objetivos e comunicá-los ao seu instrutor são de extrema importância, devendo ser levados em conta para que as aulas sejam proveitosas.



Um cheirinho e um polenguinho!