sábado, 9 de maio de 2009


Amor Clichê

Carolina Morais

 

 

Marca-se aqui sintoma ébrio de felicidade por, finalmente, sentir o amor.

Um amor de aparência dos amores incomuns, recobertos por doses infundadas de paixão avassaladora, desses das cartas, dos perfumes, das lembranças, das memórias eternas.

Clichê.

Presa nas mais puras garras daquilo que chamamos de Amor. Uma saudade eterna, que nasce pertinho do coração da gente. Um amor que, por ser amor, invade os pensamentos e transforma tudo em um sentimento de entrega.

Presa fácil para um outro alguém, que não mais sendo o outro, é parte do que chamava EU.

Furacão brando que varre as entranhas do ser dos que amam. Liquida a razão do amado.

Consciência de amizade. Cúmplices secretos. União que ultrapassa os limites do ser. Ligação eterna enquanto existente. Latência de sentimentos incompreendidos.

A busca incessante pela compreensão de tudo que acontece dentro da gente.

Inútil.

O Medo, o frio, o calor. Borboletas? -Não! Digo-vos que hão de haver milhares de verdes libélulas nos estômagos dos amantes que, sem recusa imediata, amam.

Ouvem-se sinos? –Não! Defino o som de batidas loucas que vibram na acústica da alma, entre os corpos quentes, sinfonia angustiada que se dá com todos os nervos unidos, dentro de um organismo imerso em Vida.

Futilidades.

Bobagens essenciais que necessitam prolação. Ato de escuta rebatido por falas, promessas e sentimentos acordados dentro do peito aberto.

Palavras fáceis, canções de vermelho-sangue-de-quem-ama.

Doces açucarados, sede de querer água de boca-paixão. Quimera inalcançável.

Confusão.

Sim, ao clichê que se diz, refaço palavras não feitas (ainda) construindo novo sentido plural...

Estou amando.

3 comentários:

Prof. Israel Lima disse...

Carol,

Gostei muito deste seu espaço!!!
Desculpe-me a invasão.

Sucesso!!!

Faça-me uma visita (meu blog)

Carol Morais disse...

Olá, muito obrigada! Venha sempre! Será muito bem-vindo! =]

ana disse...

Carolzinha, publica a poesia que você fez pra mim! assim seu Blog vai ficar mais bonito. Te amo. Beijos