sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Sandália de Pedra

Ela se sentia triste como Natal.Os presentes não eram para Ele. Havia briga, havia dívidas e gula.
O Natal era o tempo de ter um papai noel pendurado em algum lugar que se parecesse com uma chaminé.
Ela não tinha chaminé, ela nunca vira a neve. Ela não sabia que trenós carregavam gente. Ou lixo.
Ela sonhava sonhos de pisca-pisca. E nuvens douradas banhavam seu céu vermelho escarlate.
O Natal é um dia triste. Mesmo com todos ela se sente sozinha. E vazia.
Seu sapatinho virou uma sandália de pedra. E uma ciranda foi dançada até o amanhecer.

Carolina Morais

Coldplay - Christmas Lights

4 comentários:

Michele P. disse...

Carol

Este é o terceiro blog que visito e que encontro um "Natal" sobre um novo (e real) enfoque.
Parabéns por abordar a "data" e o assunto desta maneira. Contrastes tristes da vida.

Um abraço

Felipe Netto disse...

Oi Carolzinha!!!
Tu não manda email, nem sinal de fumaça... :-P

Como eu poderia saber do seu blog?

Muito legal!!!

Beijão...

Felipe Netto

Felipe Netto disse...

Ah.. Antes que eu esqueça mais uma vez... :-P

Feliz Natal!!!!!
Tá todo mundo mandando um abração pra você!!

dade amorim disse...

Mas que teu Natal e o ano novo tragam muita alegria, viu?
Beijo