sábado, 22 de maio de 2010

90 Minutos

As vozes não calam
Gritos contidos libertam-se
Paixão
Amor

Futebol

Não vemos raça
Nem sexo
Nem idade

Vemos uma bola
Um objetivo
E onze heróis em campo
Combatendo onze vilões
vilões de momento
soldados por 90 minutos

O clima bucólico de um retângulo
Terra molhada, grama verde
O rasgar da chuteira
O batuque de ossos cansados

Os olhos atentos
marejados
As expressões fecundas
de dor
de alegria
de raiva
de nada

Isso sim que é paixão
Só entende quem sente
Só sente quem torce
Só torce quem se arrisca

Um vez nessa vida
Jamais sairás
Jamais
(-e nem quero!)

[Carol Morais, Maio 2010]


5 comentários:

Lara Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lara Amaral disse...

Futebol definitivamente não me desperta paixão, mas poesia, sim, rs.

A foto ficou muito legal =)!

Beijo, moça!

Márcio Vandré disse...

A bola é a atenção.
O destino dela é a rede, embora não seja o peixe que será servido à mesa.
O grito que se dá não é de dor, mas de pura paixão.
Olhos firmes.
Pouco importa o resto.

Beijo, Carol!

Pérola disse...

Espero q corra tudo bem com o timão rs.
Beijokas amada.

Carol Morais disse...

[com sem acentos]

Lara: eh que vc eh uma lady.rsrs =)Brigada!

Marcio:beijo beijo e um pedaco de queijo!

Perola: Nem esta ocorrendo mto bem com o time..mas, vamos levando!
rsrs