sexta-feira, 16 de abril de 2010

Absolvição

E o pecado não mais sorri para mim
Encontro-me ali

e os olhos não choram mais
Agonizo
Respiro
Piro
Agora
É o fogo
Estou absolvida
Não por mim
Não de meus pecados
Pesados
(?) (?) (?)
Não, ainda não.
(Ainda)
                           ...Amém...

Carolina Morais






























Titian 1487/90 – 1576
Penitent Mary Magdalene (1565) 
oil on canvas (118 × 97 cm) — ca. 1565 Hermitage, St. Petersburg

7 comentários:

Lara Amaral disse...

Nunca se livra deles!

Beijo, querida.

Márcio Vandré disse...

O pecado é o que pesa e acaba por mover o moinho. Tolo o que acha que é só o vento.
Um beijo!

Mai disse...

Não livrai-nos de desejar, que assim seja!

E assim, irás para o céu sempre que assim 'pecares'.

muito bom!
abraços

Ludmila Ferreira disse...

Carol Morais...

Estou encantada com seu blog...

Além de muito criativo ele é muuito atrativo tbm ...

Too seguindoo...

beeeijOdalua!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Querida....
não sei se é isso, mas olha, difícil nos perdoarmos depois de tanta ilusão.
O lance é reconhecer e rir!
E NUNCA mais ilusão.

Só que a gente não consegue...

Pecadoras, então.

Pérola disse...

Ñ nos livramos,eles são iguais a lactobacilos vivos.
Bela postagem minha linda.
Um beijo grannnnnnnnnde.

Carol Morais disse...

Lara: Obrigada pelo lindo comentario!

Marcio: Tolo quem acha que e so o vento. Beijo gigante,

Mai: obrigada por visitar meu espaco e por comentar. um beijo

Ludmila: Obrigada, fico muito feliz por sua visita e por voce ter gostado! Volte sempre!

Wal: pecadoras, entao.

Perola; outro beijo enormeeeee

[comentario sem acentos]