quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Olhos

A idade e o vento
O tempo e a quimera
e a alma solitária a chorar
nas profundezas indúbeis dos teus olhos
.
acríssimos.

Carolina Morais

5 comentários:

Sil.. disse...

Minha LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!

Aiiiiiiiii, que fico tão feliz em te ver assim:

Madura, se adaptando a tudooooooo (Tu é guerreira, Carol), e felizzzzzzzzz.
Muitaaaaaaa saudade de tu, imagino que deva estar tudo corrido ai, mas é assim mesmo.
E procurar ballet?? maravilhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
Eu cheguei a fazer quase dois anos, mas parei na época . Fui pra ginástica olimpica kkkkkk, nada muito a ver, mas sabe aquela coisa de ainda não saber o que se queria?
Eu acho lindoooooooo Carol.
Educa, dá uma postura, uma visão de vida tão bonita!
E olha, o pessoal querendo que vc volte a escrever essas lindezasssssssss que tu escreve, como essa ai acima, é de se entender.
O que pode sair dessa alma tão linda, senão palavras lindas?
Dá uma mesclada senão a gente fica sem saber dos seus dias ai tbm rs.
E que continue tudo lindooooooooooo ai, tudo, tudooooooooo.
Que os dias sejam lindos, azuis, doces.

Eu, daqui só saudade.
E torcida.
E sempre a espera de noticias.

Te mando retalhos de amor!
Do caio, pra você!!

TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Minha fadadanada

Gosto demais dos teus poemas.

Gosto do estilo diário, me sinto na tua turma, sei que vc está escrevendo pra tua família e amigos, me envaidece saber das tuas peripécias.

Mas tava sentindo vontade de ler de novo tuas palavras com pinta de desconexas, refletindo a elegância da tua alma que não se importa de ser pega com a boca na butija.... hehehe....
vc não tem vergonha de viver!

Lara Amaral disse...

Que intenso, moça... O olhar sempre lampeja tudo.

Ou, e que comentário mais lindo o último que vc me deixou. Como assim vc me agradece pelo que escrevi? Eu que te agradeço, vc é muito generosa, sempre comenta me enaltecendo. Seu olhar que é lindo e vê meus escritos de forma bela. Obrigadíssima, flor!

Beijinho.

Sarah Slowaska disse...

Carol, tou passando essencialmente para te deixar um beijo e te dizer que tou indo embora definitivamente da blogosfera, pois não terei mesmo como me comprometer a manter um blog.
Mas passarei sempre que der por aqui, você sabe ;)

Qualquer coisa é só chamar, que tou aqui: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100000503020401&v=wall&story_fbid=154335474582744

Beijo! Fui* ( aqui já são quase 5 da matina!)

Eduardo Porto disse...

Como é bom ler os teus poemas meu anjo, parece que cada vez mais eu me sinto próximo de você, a distãncia não existe quando as palavras tocam.

Te amo muito

Do seu,

Dudu.